A Verdadeira História de BOLSONARO | Documentário COMPLETO – Partes I e II

Ainda estou esperando esse presidente frouxo peitar o STF e soltar os presos políticos. Afinal, ele jurou defender a Constituição, não é?

A Verdadeira História de BOLSONARO | Documentário COMPLETO – Partes I e II

Mundo Polarizado | Olimpio Araujo Junior

Recuperação do vício em drogas

Compartilhado originalmente em 21/09/2017

No vídeo de hoje, o caso do ator do filme Cidade de Deus e sua recuperação. Sua proposta de enfrentamento às drogas parte de sua visão como adicto e vivência no submundo da cracolândia. Divirjo em alguns pontos e creio que o modelo de enfrentamento nórdico seja mais eficiente, pois tem se demonstrado assim. Discorrerei sobre o mesmo em momento oportuno. Por hoje, quero deixar aqui registrado que é possível sim vencer as drogas, esse grande mal histórico de nossa sociedade.

Fonte: https://web.facebook.com/canalraprj/videos/1277415515689784/

 

O mal somente prevalecerá por omissão dos homens de bem.

Compartilhado originalmente em 16/09/2017

Isto aconteceu numa catedral da Argentina, onde um grupo de jovens católicos fez uma barreira humana para não deixar entrar um grupo de feministas que se manifestam de forma violenta contra a igreja.

Fonte do vídeo: https://web.facebook.com/FaceCatolico/videos/1784969218199333/

 

 

O perigo dos ossos de couro para cães

Ossos de couro são produtos que, mesmo sendo feitos a partir de fonte natural, passam por tantos processos químicos que se tornam nocivos aos animais e ao planeta. Ajude a divulgar.

Fonte: https://web.facebook.com/somosdogueiros/videos/1991718814437365/

Compartilhado originalmente em 16/09/2017

IVES GANDRA MARTINS – DIRETO AO PONTO – 30/08/21

IVES GANDRA MARTINS – DIRETO AO PONTO – 30/08/21 | Jovem Pan News

Ver também: Discussão e debate no país dos analfabetos

O uso intenso dos smartphones atrasa o amadurecimento de crianças e adolescentes

Compartilhado originalmente em 31/08/2017

Band Jornalismo 30/08/2017

O uso intenso dos smartphones atrasa o amadurecimento de crianças e adolescentes

Fonte: https://web.facebook.com/bandjornalismo/videos/702824093255679/

Em tempo:
LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:
I – a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;

Eleições 2022 – Parte 6 (Com a palavra, o engenheiro)

Engenheiro que liderou desenvolvimento das urnas cobra auditoria dos votos | Os Pingos nos Is

Eleições 2022 – Parte 2 (A falha do sistema eleitoral brasileiro)

A falha do sistema eleitoral brasileiro | Vinícius Boeira | Núcleo de Formação Brasil Paralelo

Comportamento atípico de autistas

Compartilhado originalmente em 16/07/2017

O comportamento atípico de autistas varia conforme seu grau no espectro. Respeite quem é diferente.

Neste vídeo, o garotinho tem dificuldade para entender que o pote está aberto, pois o lacre não foi completamente removido. Essa dificuldade em operar conceitos (no caso, aberto/fechado) de forma ampla, extrapolar informações e abstrair idéias, faz parte em maior ou menor grau do espectro autista.

Em tempo: há um erro na tradução. Quando ela diz: “I love it” (Eu amo isso.), ele responde “Yes, you do.” (Sim, você ama.). Autistas também têm dificulade em usar o conceito ”nós”.

 

Saiba mais: https://www.psicoedu.com.br/2018/09/funcoes-executivas-psicologia.html

Rio, um mergulho no inferno – A genealogia do desastre

Rio, um mergulho no inferno (Parte 1) | Rodrigo Mezzomo

“Neste vídeo – que fiz em parceria com os canais 4º Poder e MBL – narro a sequência de governadores de esquerda que destruíram nosso Estado.”

Rio, um mergulho no inferno (Parte 2) | Rodrigo Mezzomo

“Esta é a segunda parte de um vídeo intitulado “Rio, um mergulho no inferno”.
Naquele primeiro vídeo tratei dos Governadores e de como cada um contribuiu para destruir o Estado do Rio de Janeiro.
Neste segundo vídeo abordo a sucessão de dirigentes da Cidade do Rio de Janeiro desde Negrão de Lima até Marcelo Crivella, isto é, faço a narrativa dos últimos 45 anos da política municipal e a parcela de responsabilidade de cada gestor.”