Processos de avaliação: material complementar – Parte 4

UNIVERSIDADE CORPORATIVA: UMA NOVA ESTRATÉGIA PARA A APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL
Renata Pinheiro Carvalho
Dulce Márcia Cruz

A velocidade das mudanças na atualidade, leva muitas organizações a refletir que é necessário treinar seus colaboradores de acordo com suas necessidades mantendo um processo de aprendizado contínuo. Um conceito de aprendizagem organizacional que pode responder a essa demanda é o da Universidade Corporativa (UC). A proliferação de Universidades Corporativas abre possibilidades concretas para transformar em realidade o sonho da “integração escola-empresa”, mas traz também uma grande questão: a UC é uma ameaça ou uma oportunidade para as universidades tradicionais? Para contribuir com esse debate, este artigo apresenta os resultados de um estudo de caso dos grupos Accor, Brahma e Algar, que criaram suas próprias Universidades Corporativas no Brasil, e que são consideradas referência para “benchmarking” no mercado nacional. O artigo defende que a teoria da UC engloba a maioria dos conceitos fundamentais sobre aprendizagem organizacional e que, em termos práticos, as empresas analisadas aplicaram e tiraram proveito da teoria, adaptando de modo eficiente os conceitos ao seu ambiente operacional. O grande desafio para a universidade tradicional é o de unir forcas com as UCs, conciliando os objetivos do empregado, da corporação e da instituição de ensino em uma parceria a três, benéfica para todas as partes envolvidas.

Texto completo: IUE012

Dissertação disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/101510/179252.pdf


Fonte: http://www.abenge.org.br/CobengeAnteriores/2001/trabalhos/IUE012.pdf

Anúncios