Mensagem nº 329

“Se você aceita um sistema democrático, isso significa que você está preparado para aturar seu funcionamento, legislativo ou administrativo, com o qual você não concorda, bem como com aqueles que se encontram com a sua concordância. Esta vontade de aceitar, em princípio, o funcionamento de um sistema baseado na vontade da maioria, mesmo quando você mesmo está em minoria, é simplesmente a essência da democracia. Sem ela, não poderia haver nenhum sistema de governo autônomo representativo. Quando você tenta alterar o funcionamento do sistema por meio de violência ou desobediência civil, isso, me parece, só pode ter uma de duas implicações: ou você não acredita na democracia e considera que a sociedade deveria ser governada por minorias iluminadas, como aquela a que você, é claro, pertence; ou você considera que o sistema atual é tão imperfeito que não é verdadeiramente representativo, que já não serve adequadamente como um veículo para a vontade da maioria, e que isso deixa aos insatisfeitos nenhum meio adequado de auto-expressão além do primitivo método de chamar a atenção para si mesmos e suas emoções por meio de manifestações de massa e desafio em massa à autoridade estabelecida”.

“If you accept a democratic system, this means that you are prepared to put up with those of its workings, legislative or administrative, with which you do not agree as well as with those that meet with your concurrence. This willingness to accept, in principle, the workings of a system based on the will of the majority, even when you yourself are in the minority, is simply the essence of democracy. Without it there could be no system of representative self-government at all. When you attempt to alter the workings of the system by means of violence or civil disobedience, this, it seems to me, can have only one of two implications; either you do not believe in democracy at all and consider that society ought to be governed by enlightened minorities such as the one to which you, of course, belong; or you consider that the present system is so imperfect that it is not truly representative, that it no longer serves adequately as a vehicle for the will of the majority, and that this leaves to the unsatisfied no adequate means of self-expression other than the primitive one of calling attention to themselves and their emotions by mass demonstrations and mass defiance of established authority.”

George Frost Kennan
* 16/02/1904, Milwaukee, Wisconsin, EUA + 17/03/2005 Princeton, New Jersey, EUA
Diplomata, cientista político e historiador estadounidense

Anúncios