Demência infanto-juvenil

Esta postagem tem como objetivo atrair atenção para o problema da demência infantil.

A demência infanto-juvenil é uma doença grave, exaustiva para o paciente. Reconhecidamente no mundo como uma doença relativamente comum em idosos, a demência mata silenciosamente milhares de jovens em número proporcional ao câncer. No caso da adolescente apresentada no vídeo, Angeline Latte, começou aos 15 anos, com perda de força muscular, em seguida perda da capacidade de ler e escrever para depois perder as demais funções cognitivas.

Existem cerca de 70 doenças genéticas que sabidamente causam demência em jovens, de bebês a adolescentes. Ela pode estar associada a outras comorbidades neurológicas, como epilepsia. Estatisticamente ela afeta tanto quanto fibrose cística, mas esta última, assim como a demência em idosos e tantas outras doenças, recebe mais atenção, mais pesquisas e mais ações governamentais/particulares de ajuda.

É necessário preparar os neuropediatras para estabelecerem o diagnóstico precoce, auxiliar psicologicamente os familiares das crianças afetadas e fomentar mais pesquisas para a busca da cura.

Childhood dementia claiming young lives | A Current Affair
Childhood dementia is real and it is claiming as many young lives each year as cancer. So why haven’t we heard of it?

Lasting Moments: The heartbreaking reality of childhood dementia | The Feed SBS
Two families dealing with Batten Disease, an incurable form of childhood dementia.