Atividades na sala de aula – Parte 2

Exemplos de atividades baseadas na oralidade

Atividade Descrição Aplicação Mediação
Tempestade Cerebral É um processo para geração de diversas ideias/opções, que é realizado até que um número suficiente de ideias tenha sido gerado. Após esta fase, as opções são analisadas, identifica-se a melhor e desenvolve-se um plano de ação. • Envolve os estudantes de forma ativa elevando o raciocínio

• Fomenta a aprendizagem entre pares e cria sinergia

• Promove o pensamento crítico.

Ajuda o grupo a chegar a um consenso.

• Use para incentivar raciocínio, criatividade, indagação e consenso.

• Não utilize o método quando houver apenas uma ou poucas respostas “corretas”

• Instrua os estudantes de forma clara com relação ao funcionamento da atividade.

• Garanta a obediência às regras.

Discussão em pequenos grupos baseada em estudos de caso Pequenos grupos de 5-10 alunos analisam tarefas baseadas em casos, trocando pontos de vista enquanto trabalham em um processo de resolução de problemas. Na aprendizagem baseada em problemas, o problema aparece em primeiro lugar e os estudantes trabalham de forma progressiva gerando hipóteses, explorando mecanismos, aperfeiçoando e investigando questões relativas á aprendizagem bem como aplicando a nova informação ao caso. • Envolve os estudantes de forma ativa e estimula a aprendizagem entre pares.

• Ajuda os participantes a explorar conhecimento prévio para construir em cima do que eles já sabem.

• Facilita o intercâmbio de ideias e a conscientização de interesses mútuos.

• Promove liderança, trabalho em equipe, comunicação e habilidades de colaboração.

• Fomenta o raciocínio (aplicação, síntese, avaliação) versus a mera memorização.

• Use casos elaborados de forma cuidadosa que sejam prototípicos dos objetivos do conteúdo.

• Atue como facilitador para administrar dinâmica de grupo de forma efetiva.

• Ajude o grupo a tratar de conflitos de forma construtiva.

• Garanta que a disposição dos lugares facilite a discussão.

• Crie um ambiente propício para que os estudantes participem, façam perguntas e façam erros sem sanções.

• Estabeleça regras básicas para os grupos que se encontram regularmente.

Jogos Usado para trazer a competição, participação, e feedback na experiência de aprendizagem. • Envolve os estudantes de forma ativa.

• Pode acrescentar ou renovar a motivação.

• Promove trabalho em equipe e habilidades colaborativas.

• Fomenta um desafio que pode levar à confiança.

• Promove feedback.

• Pode criar um ambiente de aprendizagem prazeroso.

• Escolha jogos relevantes em um nível adequado cuja expectativa pode atingir os objetivos de aprendizagem.

• Apresente o jogo e esclareça os objetivos.

• Dê instruções claras e completas.

• Crie uma mentalidade amigável versus acirrada; não critique ou humilhe os perdedores ou permita que outros o façam.

• Não tome partido ou demonstre parcialidade.

• Procure controlar o que ocorre.

Discussão em um grupo grande

Perguntas e respostas

Utiliza a arte de buscar informação e estimular o raciocínio para atingir um determinado objetivo. • Coloca o ônus da aprendizagem no estudante e amplia seu envolvimento.

• Proporciona um feedback imediato ao professor e ao estudante.

• É útil para conduzir os estudantes a níveis mais elevados de raciocínio e investigação.

• Fornece pistas valiosas a respeito de motivação do estudante e como facilitar a aprendizagem da melhor forma possível.

• Ajuda os estudantes a identificar e produzir em cima de conhecimento prévio.

• Desenvolva questões compatíveis com os objetivos de forma a estimular o raciocínio e induza os estudantes a encaminhar-se ao próximo nível.

• Utilize questões abertas que tenham mais do que uma resposta correta que incentive os estudantes a pensar de forma crítica ao invés de repetir fatos.

• Prepare uma questão que tenha uma sequência clara.

• Desenvolva habilidades de facilitação de grupos e conduza de forma efetiva, prestando atenção à tarefa bem como às funções de interação do grupo.

Demonstração Desempenhar uma atividade de forma que os estudantes possam observar como é realizada para que possam, por sua vez, prepará-los a transferir a teoria para a aplicação prática. • Ajuda os estudantes a aprender bem a partir de exemplos práticos.

• Promove a autoconfiança.

• Promove oportunidades para perguntas e respostas objetivas.

• Possibilita o foco em detalhes específicos em vez de teorias gerais.

• Ser capaz de fazer bem o que você deseja demonstrar.

• Planejar a demonstração cuidadosamente.

• Manter a apresentação simples e a explicação suficientemente completa para atingir seus objetivos.

• Complemente as demonstrações com outros materiais áudio visuais.

• Proporcione aos estudantes a oportunidade de praticar o que foi demonstrado.

Texto completo: exemplos_atividades_oralidade


Fonte: ? (por favor, caso conheça o autor do quadro acima, favor indicar.

Anúncios