Minicarros

Meus gostos são diferentes dos da maioria das pessoas. Tenho interesse por aquilo que é inusitado e incomum. Esses nichos estão espalhados por todo tipo de assunto, não há um tema especial sobre o qual me debruço obcecadamente. Não se trata de querer ser diferente, apenas tenho curiosidade sobre o que me chama atenção.

Recordo-me de quando divergi de uma professora de História na UERJ. Ela insistiu (veementemente) que eu deveria (obrigação) escolher uma especialização, um assunto bastante específico para pesquisar e trabalhar na Academia (o que é verdade). Logo me desinteressei de trabalhar na Academia, pois o mundo é grande, pujante e plural demais para que eu restrinja minha vida a uma coisa só.

Em lugar de ter muito conhecimento sobre uma coisa só, prefiro saber um pouco sobre todas as coisas que eu puder.

Com carros não é diferente. Não ligo muito para os carros de passeio, eles não me interessam nem me chamam a atenção, mas veículos incomuns me atraem. Eu gosto dos esportes a motor. Não gosto muito de Fórmula1, mas as demais me interessam, especialmente as corridas de resistência (endurance), como o ícone máximo dos esportes motorizados, As 24 Horas de Le Mans. Também gosto bastante das corridas de carros de passeio (stock cars), tendo como maior representante a NASCAR. Certamente esse gosto deve vir de minha infância, onde os videogames que jogava eram todos com esse tipo de carro!

Eu sou uma pessoa bastante pragmática. Tenho interesse na funcionalidade das coisas, não em seu apelo estético. Acredito que um carro deva cumprir seu papel como ferramenta e, se o cumpre, me é suficiente. Por exemplo, gosto de ver as novidades tecnológicas e de conforto nos carros de luxo, embora eu jamais pagaria seu preço mesmo se tivesse dinheiro para isso. Por que pagar R$ 500.000,00 num carro se outro de R$ 50.000,00 me levará ao mesmo lugar? Por que pagar mais caro num carro que chega a 800 Km/h em meio segundo se no engarrafamento da cidade é mais rápido ir a pé?

Eu gosto de ver aquilo que é diferente: Gurgel, Lada, Fusca, DKW, FNM e por aí vai. Porsche, Cadillac, Rolls Royce, Bentley. Caminhões, furgões e os rulotes, sobre os quais já escrevi. Mas dentre todos os tipos, nada é tão fofinho e bonitinho quanto os minicarros!

Um pouco de história.

Com o final das Grandes Guerras, a economia global estava arrasada. Houve muito empenho na indústria bélica, muita tecnologia foi desenvolvida, mas nada disso conseguiria retomar o equilíbrio econômico em curto prazo. As pessoas precisavam se deslocar, precisavam de veículos automotivos, mas os modelos de carros de 1930 e 1940 eram caros para ser produzidos, e o mercado consumidor não tinha dinheiro para comprar aquelas unidades.

Assim, nas seguintes décadas de 1950, 1960 e 1970, surgiram como solução de comutação diária os minicarros. Pequenos veículos de um ou dois lugares, de baixo custo de fabricação e manutenção. Uma forma rápida e eficiente de revitalizar a indústria quaternária.

Diversos modelos apareceram e com eles a comunidade de entusiastas. Até hoje, clubes ao redor da América do Norte e Europa mantêm os veículos remanescentes, permitindo que grupos de pessoas com esse interesse em comum se encontrem e façam novos amigos.

Para mim, dentre os modelos que conheço, o mais carismático é o Messerschmitt. A Messerschmitt foi uma fabricante de aviões militares alemã, produzindo centenas de unidades para a Luftwaffe. Com o fim da guerra e a proibição de fabricação de aviões militares, ela se reinventou como produtora de minicarros. Sua resposta foi a de aproveitar a construção de um avião, tirar as asas e pô-lo na estrada! O resultado é um cativante triciclo com motor de duas válvulas, no formato de um aviãozinho, para deslizar pela estrada.

O apaixonante carrinho tem uma comunidade fiel há décadas. Até aqui no Brasil tem uma empresa na Região Sul que produz réplicas dele. (São feitos manualmente, como os Bugres daqui do Rio de Janeiro). E para a surpresa de todos, o Messerschmitt recentemente voltou à produção oficial. Um entusiasta conseguiu os direitos de marca e está fabricando na garagem de sua casa novos modelos do carrinho.

Para saber mais sobre minicarros e essa entusiasmada comunidade, veja os vídeos abaixo.

Microcars in Scotland|MyClassicCarTV

Fun, Funky, & Rare Micro Cars! World’s Smallest Vintage Cars! | Jim Waltz

Huge collection of tiny cars|CNN

Old Top Gear 1992 – Messerschmitt Bubble Cars|celticmadliam

Messerschmitt “bubble” car rally|mrsheenv8s

Messerschmitt Kabinenroller Treffen Remagen 2011|Rollermobil

Messerschmitt KR200: Quirky Bubble Car Reborn Electric!
| DW REV – Cars & Mobility