LGBTQQIP2SAA+ (SBBHQK?)

O homossexualismo é uma condição que precisa ser respeitada, mas que não deve ser enaltecida. Precisa ser compreendido, mas jamais ser estimulado.

O movimento LGBTQQIP2SAA+ (SBBHQK?) é uma aberração social, um ramo do neomarxismo pós-moderno que presta um desserviço às pessoas que realmente precisam de ajuda.

Toda agressão, seja ela verbal ou física, toda animosidade tende a gerar ainda mais animosidade. E é exatamente isso o que os ativistas conseguem: em lugar de usar estratégias inteligentes em prol da pacificação do tema, utilizam métodos combativos que tão somente alimentam ainda mais o ciclo de raiva e incompreensão. Afastam em lugar de aproximar, ofendem e exigem respeito, discutem em lugar de debater.

Só há combate quando há um inimigo. Ao ser atacado, o ”homem branco heterossexual cristão”, ou qualquer pessoa lúcida, assumirá uma de duas posturas defensivas. Na natureza, existem duas formas de lidar com o perigo: fugir ou atacar. Em uma manifestação (balbúrdia) cheia de pessoas gritando palavras de ordem, é possível sair de perto, afastando-se das pessoas (e também das suas idéias, incluindo o já esquecido apelo por respeito).

Mas, ao receber diariamente, por todos os meios, acusações de ser causa do problema, de estar do lado do ”mal”, de ser omisso caso não tome a mesma parte deles, ou de ser cúmplice criminoso caso se manifeste contrário, a pessoa sente-se diretamente atacada. E começa a revidar.

E, no meio de todo esse problema, foi relegado a segundo plano quem realmente precisa de ajuda.

Até que ponto todo esse estímulo ao homossexualismo e à promiscuidade está cooptando jovens (por sua natureza influenciáveis) e os corrompendo para o mal caminho? Até que ponto toda essa libertinagem estava apenas ocultada da vista pública e agora tomou força para se revelar?

Enquanto o mundo se torna uma grande orgia, os jovens que começam a descobrir sua sexualidade sofrem de um lado a má influência de um grupo que quer apenas usá-los em seu momento de maior fragilidade para somar números à sua causa perniciosa, e do outro lado a incompreensão e a intolerância de uma sociedade cada vez mais resistente e inflamada frente ao ativismo.

Nesse momento de autoconhecimento, onde mais precisam compaixão, se vêem inseridos numa disputa, onde não são tratados como os protagonistas de suas próprias histórias.

— Você está bem?
— Você quer conversar?
— O que você está sentindo?
— Quais são as suas dúvidas?

Pode ser só um momento de confusão, pode ser a natureza dele mesmo. A adolescência é um turbilhão de hormônios e mudanças fisiológicas, dúvidas e descobertas. Já tem problemas demais por si mesma, não precisa de mais um inventado por má gente que quer se aproveitar. E não: criança não entra nessa história. Não existe criança transgênero. Existem, isso sim, pais degenerados.


Vídeo de exemplo 1: Veja um exemplo de propaganda direcionada a jovens: cores vibrantes, música ”chiclete”, liberdade (vôo) e a existência de um ”mentor” para ensinar o jovem a ”descobrir” e ”abraçar” seu homossexualismo.

『填 FILL』

The heroine is a high school girl who leads a dull life, living like a corpse. She meets a mysterious woman on the subway going home from school. The mysterious woman quietly tied a magic rope to the protagonist’s hand. After returning home, she found that the lady of the rope had entered the world in the mirror. Under the guidance of the rope, she finally found her true self with the help of various spirits in the mirror.

The original video is on Bilibili, a Chinese video-sharing website (kind of like Youtube), where it is distributed with the author’s permission.
https://www.bilibili.com/video/av11491219
or you can just search up the full title,
【AniOne线上展】川音成都美术学院动画短片《填》|动画学术趴
It translates to [AniOne Online Exhibition] Sichuan Music Chengdu Academy of Fine Arts Animation Short Film “Fill” | Animation Academic Party

Bilibili has a special function that makes comments run across the video while it plays. You can turn it off with the little blue button below the video.


Vídeo de exemplo 2: este vídeo é uma compilação de vídeos que mostram o comportamento agressivo típico dos manifestantes/ativistas a que me refiro neste texto.

  • No primeiro vídeo vemos uma mulher aos berros ofendendo e interrompendo uma palestra para a qual se identifica como opositora.
  • No segundo vídeo vemos manifestantes defendendo argumentos contraditórios entre si e hostilizando quem faz perguntas críticas.
  • No terceiro vídeo vemos manifestantes agressivamente tentando impedir a realização de uma palestra .
  • No quarto vídeo vemos crianças pequenas sendo usadas para propaganda feminista. As crianças foram instruídas a usar palavras de baixo calão e discorrer sobre conteúdo impróprio para sua idade.
  • O último vídeo mais longo traz um debate feminista, e foge ao escopo deste texto.

SJW Cringe Compilation #9 Classics Edition | SJW CRINGE MACHINE


Vídeo de exemplo 3: neste segundo vídeo o Coral de Homens Homossexuais de São Francisco diz claramente na letra de sua música que querem corromper as crianças das famílias cristãs.

Devido à grande controvérsia que ele trouxe, foi indisponibilizado para ser assistido livremente. Para vê-lo, por favor, acesse o atalho abaixo.

“A Message From the Gay Community” Performed by the San Francisco Gay Men’s Chorus | SFGMC TV
[na descrição do vídeo eles consideram-no ”satírico”] https://www.youtube.com/watch?v=ArOQF4kadHA

“Nós vamos converter suas crianças. Isso acontece pouco a pouco, quietamente e sutilmente…”

Imagem de exemplo 1: no Canadá (e outros países), várias bibliotecas estão tendo seus dias de leitura feitos por transformistas. A matéria completa com a reação das criancinhas pode ser vista clicando na fonte, citada logo abaixo da imagem.

Barbada (Sébastien Potvin) reads to children at Over The Rainbow daycare’s first drag queen story time event. (Shari Okeke/CBC)
Barbada (Sébastien Potvin) reads to children at Over The Rainbow daycare’s first drag queen story time event. (Shari Okeke/CBC) Fonte: https://www.cbc.ca/news/canada/montreal/montreal-drag-queen-storytime-daycare-1.4927005