Planejamento e o Projeto Político Pedagógico – Parte 7

REVISTA EDUCAÇÃO E LINGUAGEM – PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
Bruna Barbosa
Cleide Medeiros
Claudilayne Siva
Lilia Figueiredo

Apresenta-se o resultado de nossa análise crítica, esclarecedora e criativa que foi desenvolvido e fundamentado em pesquisa bibliográfica, com objetivo de mostrar o que a escola precisa fazer para realizar sua intencionalidade, qual o processo e formas de trabalho. Destacamos as principais características e atividades que levam a realização desses ideais na prática, com foco na formação do cidadão participativo, responsável, compromissado, crítico e criativo. Analisamos o projeto político pedagógico, que permite diretrizes aos educadores, a gestão da escola, aos alunos, pais, funcionários e mantenedoras saberem para onde devem ir aonde chegar, e qual objetivo a ser alcançado. É uma ferramenta para que se possa facilitar aos indivíduos envolvidos um processo democrático social em que possam crescer, construir o que há de melhor para todos, aproveitando este melhoramento para se alcançar patamares maiores. Se uma escola não tem ideal, não tem objetivo não vai lutar para concretização do projeto. É necessário ter sentido, pois assim todos irão se fortalecer, com um compromisso definido na construção coletiva do conhecimento. Por isso, o projeto está vinculado ao planejamento e a gestão escolar, sendo que a principal questão do planejamento é expressar a capacidade de se transferir o que se planejou para a ação. Ainda possa fazer do planejamento um método de trabalho dos educadores, tendo uma visão concreta da prática educativa, transformando-a, rumo a um ensino mais significativo. Assim sendo, demonstraremos a operacionalização do projeto e como ele se torna eficaz mediante um movimento constante de reflexão e ação-reflexão.

Texto completo: revista educação e linguagem


Fonte : http://www.ice.edu.br/TNX/storage/webdisco/2012/12/26/outros/0e7ebd60a126eca78d1e69b36948b026.pdf

Anúncios