Trabalhos de conclusão de curso: material complementar – Parte 1

CURRÍCULO E CONTEXTOS DE APRENDIZAGEM: INTEGRAÇÃO ENTRE O FORMAL E O NÃO-FORMAL POR MEIO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS
Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida
José Armando Valente

Espaços educacionais formais e não-formais podem ser caracterizados como contextos de aprendizagem, que estão sendo integrados por meio das tecnologias digitais. Para que haja esta integração é necessário um denominador comum que, para efeito desse artigo, foi assumido como sendo o currículo. Assim, diversos contextos de aprendizagem foram estudados pelos alunos de uma disciplina do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo da PUC-SP, realizada no 1º semestre de 2014, com o objetivo de identificar se há um currículo e como ele se constitui, uma concepção de currículo subjacente e se é possível estabelecer o diálogo entre o contexto formal da sala de aula e os contextos estudados, bem como a possibilidade de diálogo entre os contextos estudados e as atividades do Ensino Básico. Como parte das atividades, foram estudados artigos relacionados à temática, os alunos visitaram contextos de aprendizagem, as informações colhidas foram discutidas em sala de aula à luz das teorias trabalhadas e, com base nestas informações, cada aluno produziu uma narrativa digital. A análise destas narrativas e do que foi desenvolvido em sala permitiu identificar a existência de um currículo em cada contexto estudado e que a concepção de currículo se aproxima de atos de currículo; que é possível estabelecer o diálogo entre o currículo do contexto formal da disciplina e o currículo dos contextos de aprendizagem visitados; e levantar as possibilidades de diálogo entre o currículo praticado nos contextos de aprendizagem e o currículo do contexto formal da escola, o que sugere uma nova abordagem da inter-relação entre currículo e cultura.

Texto completo: currÍculo e contextos de aprendizagem_ integracao


Fonte: http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/20355

Anúncios