Processos de avaliação: material complementar – Parte 9

TIC KIDS ONLINE BRASIL 2012
Pesquisa sobre o Uso da Internet por Crianças e Adolescentes no Brasil
COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL – CGI.br

A rapidez com a qual crianças e jovens estão obtendo acesso a tecnologias virtuais, convergentes, móveis e interconectadas não encontra precedentes na história da inovação e difusão tecnológica. Essas mudanças apresentam aos pais, aos professores e às crianças o importante desafio de adquirir, aprender a usar e definir objetivos para o uso da Internet em suas vidas diárias.
Os benefícios são encontrados em relação à aprendizagem, à participação, à criatividade e à comunicação. As oportunidades do mundo on-line também constituem o foco de uma parte considerável das atividades desenvolvidas pelos setores público e privado, por meio de diversos e ambiciosos esforços em andamento em muitos países para a promoção de tecnologias digitais de aprendizagem nas escolas, iniciativas de governança eletrônica, bem como de participação e alfabetização digitais.
Junto a esses benefícios, o acesso à Internet tem potencializado a exposição de uma ampla gama de riscos on-line, alguns dos quais são comuns no mundo off-line (tais como o bullying, a pornografia e a exploração sexual), enquanto outros são novos ou pelo menos têm sido substancialmente reconfigurados na vida das crianças comuns (tais como o aliciamento de crianças, a violação de dados pessoais e da privacidade, o rastreamento da localização geográfica, as formas indesejadas de envio de mensagens sexuais e de assédio sexual, além da facilitação de casos de automutilação).
A rápida difusão da Internet e de outras tecnologias on-line coloca diante dos formuladores de políticas públicas, dos governos e do setor produtivo a importante tarefa de identificar os riscos associados ao uso da Internet. Eles também devem desenvolver estratégias e ferramentas para garantir que os danos associados a tais riscos sejam minimizados. Nos últimos anos, crianças e adolescentes tiveram acesso à Internet primeiramente por meio de conexões discadas, depois por meio da banda larga e das redes móveis – em casa, na escola e outros lugares –, o
que resultou na aquisição de novas habilidades e competências.
A rede EU Kids Online agora conta com 150 pesquisadores em 33 países da Europa. Ela produz e divulga dados concretos capazes de fornecer uma base sólida para iniciativas relacionadas às políticas públicas, à educação e à conscientização em âmbito nacional, regional e internacional.
Tem sido um grande prazer colaborar com o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e Comunicação (Cetic.br) em prol da realização de uma pesquisa paralela no Brasil. Os resultados são fascinantes e relevantes. Esperamos que sejam amplamente utilizados
para ajudar a melhorar o uso da Internet por crianças e adolescentes no Brasil.

Sonia Livingstone
Diretora da rede EU Kids Online e professora no Departamento de Mídia e Comunicação da London School of Economics and Political Science

Disponível em: http://www.cetic.br/publicacoes/2012/tic-kids-online-2012.pdf 


Fonte: n/a

Anúncios